11 de ago de 2014

Discussão



Bom dia, boa segunda-feira e um excelente início de semana.

Hoje me pego a pensar na origem das discussões entre amigos, familiares, namorados e maridos. Acredito que a base para o início da mesma se da pela divergência de pensamentos sobre um determinado tema ou assunto, e isso é salutar quando essa discussão leva a ambos a terem uma visão mas ampla sobre algo.

E quando essa discussão é na verdade uma batalha de idéias, onde cada um busca provar que o seu ponto de vista é o "correto". O que advém dessa querela muitas vezes é uma desavença, quando não brigas ferozes, verbais ou quando não físicas.

As discussões de idéias, pontos de vistas, sempre serão bem-vindas e necessárias, e como agir quando sentes que a emoção toma conta e como um barco sem leme fica assim aquele momento, sem saber a qual direção irá.

Acredito que o silêncio, seja o melhor caminho, pois como em um incêndio, o combate as chamas se da com o oposto do calor, ou seja, água, esfriando o avanço das mesmas, até que cesse a destruição causada pelas chamas. 

O olho no olho, é como uma mangueira à jorrar carinho, paciência e amor, ira de forma tranquila, diminuindo, até eliminar a fúria que tomou conta desta pessoa, que não controlou suas emoções, desta forma sejas apaziguador, e não mais um tumultuador.

Conhecer suas emoções e direcionar  o olhar pra você te fará aprender paulatinamente que para entender, se fazer entender e compreender, essa tarefa começa em você.

Não julgues para não seres julgado, pois com a mesma medida que julgardes assim serás julgado.

Autor Vado
Siga-me: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário